Curiosidades //

Um jeito todo italiano para receber visitas

Texto e fotografia de Maria Cristina Recchia.

Para quem já visitou a Itália sabe que aqui se come muito bem então para quem ainda não conhece eu aviso: prepare-se porque a comida para eles significa muito! Desde o antepasto, ao primeiro prato, o segundo prato, fruta, doce, espumante, café e licor… todos são passagens importantes e nem pense em pular uma delas!

Num restaurante, é mais fácil, você tem a possilidade de limitar-se, mesmo quando parece ser impossível. Mas quando você é convidado, aí o negócio muda.

De todas as vezes que vim para Itália, a última semana era a pior porque eu engordava pelo menos 2 kg. É preciso fazer uma despedida!  Então vai na casa de um, vai na caso do outro e o que você encontra é sempre o mesmo: uma mesa enorme com uma variedade de antepastos de todos os gostos: tortas salgadas, frios, pães,  azeitonas, queijos e laticinios. Sem contar os aperitivos… e quem resiste!

 

  

 

Pensando que tudo tinha acabado, em 1 minuto a mesa é esvaziada e eis que na minha frente era colocado um prato com macarrão (grande quantidade) e uma pergunta: você quer mais molho? Mesmo me sentindo satisfeita e dizendo que não conseguiria comer, a palavra “assaggia” (experimenta) repetida várias vezes me convencia e direcionava o garfo até minha boca. Chega né! Mas que chega! Estamos no início, agora é o segundo prato! Segundo prato? Claro, o primeiro foi a base de macarrão e o segundo pode ser carne ou peixe acompanhado com salada e batatas ao forno e aí de mim se não experimentar!

Finalizada esta 2ª parte… eu levantava para tentar ajudar a descer o que estava já formando um tijolo dentro do meu estômago e para meu alívio chegaram as frutas… secas! Nozes, amêndoas, pistache, âvelas que sorriam para mim dizendo só um pouquinho… e lá vou eu sentar novamente e continuar a comer…

Opa! Eu achando que tinha acabado! Antes de pensar em levantar , pratos lindos decorados com uvas, pêssegos, damasco, cerejas, melância, melão, e tudo mais que tem direito… mas dessa vez foi mais fácil.

O difícil ainda estava por vir quando as frutas são retiradas da mesa dando espaço (e que espaço) as gordices mais impossíveis de se negar mesmo quando o nível de açúcar do seu sangue chegou a 1.000. Doces e mais doces: desde tortas (com geléia ou com creme e frutas ou de ricota), maravilhosamente deliciosas, até tiramisú, sorvete, biscoitinhos… hummmm!!!

 

   

 

Agora sim… consegui escapar do “spumante dolce”, que é servido rigorosamente depois do doce, mas não consegui saltar o licor digestivo: do “limoncello” (licor de limão siciliano), ou o Amaro ou simplesmente e deliciosamente o “Nocino” (licor de nozes).

Quando você é convidado para um jantar ou um almoço por um italiano, ele se sentirá satisfeito quando realmente perceber que você está “S A C I A D O”!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *