Itinerários //

Prainhas de Polignano a Mare

Texto e fotografias de Maria Cristina Recchia

 

Sem dúvidas, o cartão de visitas de Polignano a Mare é a prainha de “Cala Porto”, localizada no centro da cidade, mas não pare por aí.

A costa litorânea de Polignano é rochosa portanto as prainhas com areia são poucas. Na realidade os seus habitantes estão acostumados com isso e até preferem porque muitos não gostam da areia que gruda na pele. O importante é se lembrar que, ao frequentar uma praia com rochas é importante usar sapatos adequados para não correr o risco de escorregar.

Confesso que no começo eu ficava um pouco insegura ao entrar no mar porque, sendo o chão escuro por causa das rochas, eu sentia um pouco de medo. Mas o problemas foi mais que resolvido quando decidi comprar a máscara para mergulho e desde então descobri que as rochas no fundo do mar são espetaculares.

Aqui vou mostrar algumas das prainhas com entrada livre, ou seja, não é preciso pagar para entrar. Algumas delas oferecem a opção de pagar para ter certas regalias como cadeiras, espreguiçadeira, guarda-sol e bar.

O cenário é, sem dúvidas, de tirar o fôlego, então dê só uma olhadina.

Começando pelo norte de Polignano a Mare, pela “Cala Fetente”.

 

 

 

Na  Abbazzia di San Vito, que é um bairro de Polignano a Mare,  encontra-se a prainha de San Vito:

 

 

Sempre em San Vito, a pequena praia de Porto Contessa:

 

 

A praia de Porto Cavallo

 

 

Entrando na parte central da cidade, a encantadora praia de “Cala Paura” com sua água gelada e tantas pedrinhas. Na página de “Vem pra Puglia” no YOUTUBE você poderá encontrar um pequeno vídeo mostrando este ângulo charmoso de Polignano que no verão recebe muitos turistas.

 

 

Já se aproximando do centro, encontra-se Grottone, sem areia, somente rocha e uma piscina natural.

 

 

Finalmente chegamos a “Cala Porto” ou “Cala Monachile”, no centro da cidade. Não deixe de visitar esta praia com pedras brancas, descendo pela Ponte Via Traiana.

 

 

Ao sul de Polignano a Mare, nas proximidades do “Scoglio dell’Eremita”encontra-se a graciosa praia “Cala Portalga” :

 

 

E por ultimo, entre Polignano e Monopoli encontra-se a praia “Cala Incina” que possui como  caracteristica uma torre construída pelo vice-Rei Pedro di Toledo em 1529.

 

 

Continue acompanhando o blog “Vem pra Puglia”! Este e só o início! Eu ainda tenho muito para mostrar.

3 thoughts on “Prainhas de Polignano a Mare

  1. Oie!!! Estou adorando suas dicas, um material bem detalhado e “mão na roda” no momento que montamos o roteiro 🙂
    Vou para Puglia dia 10-5 chego em Bari mas o objetivo é aproveitar a costa – Polignano, Monopoli, e continuar descendo.
    Queria saber, essas praias que você indicou (as do post de Monopoli também) são livres para banho? Vi que comentou sobre a diferença entre Privada X Pública, quanto em média é o valor da privada?
    Super obrigada, e sucesso com o Blog!

    1. Bom dia Heloise e muito obrigada por visitar o blog!
      Fico muito feliz em saber que você gostou das dicas!
      Todas as praias de Monopoli são livres para banho e as praias privadas começam depois do centro histórico, em direção ao sul de Monopoli. Muitas delas oferecem a opção de poder escolher a parte livre ou a parte onde se paga que inclui cadeiras, espreguiçadeiras, chuveiro, uso do banheiro, guarda-sol. O bar seria disponível para as duas. No bairro Capitolo muitas delas convém principalmente porque não se paga a entrada.
      Algumas como o Lido Santo Stefano (localizado antes de pegar a estrada para Capitolo), você paga caro por tudo inclusive a entrada (talvez 12 euros): no ano passado uma espreguiçadeira, que eu me lembro era 10 euros, o guarda-sol 8 euros. Estes são valores aproximados e, na minha opinião convém para quem passa o dia na praia porque pode custar, para uma pessoa, até mais de 30 euros. Mas a praia e a areia são limpos e o lugar é maravilhoso.
      Faça uma rapida pesquisa através do google com o titulo: lido in capitolo. Você encontrará uma lista com a localização e fotos de praias privadas onde poderá escolher se pagar ou não.
      Espero poder ter ajudado e se tiver dúvidas escreva-nos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *